Empregabilidade e marketing pessoal

O que é necessário para manter a empregabilidade? Capacitação, relacionamentos e marketing pessoal mantêm o profissional no mercado de trabalho.

Você não precisa do seu emprego para manter-se empregado.

Essa afirmação pode parecer estranha, mas quer dizer que existem outros empregos, além do seu, que podem estar a sua disposição, desde que você mantenha a empregabilidade.

Para isso, você deve preocupar-se mais em não perder o rumo do mercado de trabalho do que em não perder o emprego.

Principalmente, deve manter manter:

  • As suas competências compatíveis com as exigências do mercado;
  • Uma rede de relacionamentos com profissionais da sua área.

Competências alinhadas com o mercado, relacionamentos com informações sobre empresas, mercados e oportunidades e marketing pessoal, mantêm a empregabilidade.

Três homes e uma mulher, conversando e fazendo anotaçõesMuitos profissionais, por não se sentirem preparados, acabam se submetendo a situações no trabalho que normalmente não aceitariam, simplesmente, por receio de perder o emprego e não conseguir outro.

Por outro lado, aqueles profissionais que se preocupam também com o mercado são mais confiantes, pois sabem das suas possibilidades fora da empresa onde trabalham.

 É claro que para manter a empregabilidade é necessário investir tempo e dinheiro, mas é isso que o manterá empregado, seja no seu emprego atual ou nos empregos disponíveis no mercado de trabalho.

No entanto, você pode ir além. No trabalho, venda a ideia de não depender do emprego para manter-se empregado. Faça a empresa saber que você tem possibilidades no mercado. Demonstre que o seu mundo profissional é maior do que o seu emprego. Dificilmente a empresa lhe colocará numa situação desconfortável ou deixará de discutir seriamente algum pedido de aumento salarial da sua parte.

Faça marketing pessoal

Sutilmente, procure falar sobre fulano da empresa “A” que está envolvido em determinado projeto, ou sobre alguma metodologia da empresa “B”, ou, ainda, que você está fazendo determinado curso, ou qualquer outra coisa que transmita a idéia de que você tem conhecimento e opções de mercado. Mas não fale exageradamente, pois parecerá exibição.

Também, não fique falando que está com vontade de trocar de emprego para causar preocupações a seu chefe e com isso obter alguma vantagem. Você só passará a integrar o grupo dos descontentes e ainda poderá ficar desacreditado, pois se você é competente, tem uma boa rede de relacionamentos e está descontente, porque não vai embora?

A idéia a ser passada é a seguinte: Você está em seu emprego porque está contente com o que faz e com o que ganha e se a empresa não manter isso você poderá mudar de emprego, pois você é competente e conhece muito bem o mercado de trabalho.

De qualquer forma, fazendo ou não marketing pessoal, você deve procurar manter a sua empregabilidade para evitar uma das piores situações profissionais, que é a de ser refém do seu emprego.

Nesse artigo você viu que o profissional mantém a empregabilidade, por meio de capacitação, relacionamentos e marketing pessoal.

Se você gostou dessas informações, cadastre seu e-mail e receba as novas publicações do Emprego & Negócio.

Preencha seu e-mail:

Para concluir seu cadastramento, faça a confirmação no e-mail que será enviado a você.

Conheça a política de privacidade do assinante

Compartilhe com seus amigos

Clique aqui e selecione cursos online para seu desenvolvimento pessoal e profissional

Clique Abaixo e Conheça os Cursos Online mais Procurados

Curso de Departamento Pessoal
Curso de Marketing Pessoal
Curso de Escrita e Redação
Curso de Word e Excel
Curso de Chefia e Liderança
Curso de Administração Contábil e Financeira
Curso Aprenda a Falar em Público
Curso de Propaganda e Marketing
Curso de Webmaster
Curso de Telemarketing


Artigos relacionados

Um comentário para Empregabilidade e marketing pessoal


Comentários encerrados.

  1. [...] Por Emprego e Negócio Ver matéria completa [...]